Turismo

Nova Iorque de sonho. Parte I.

By  | 

Por Claudia Skobelkin
Fotos: Claudia Skobelkin e reprodução

As férias estão chegando e nada melhor do que viajar, curtir bons momentos e repor as energias. Melhor ainda, se for em uma cidade cosmopolita e cheia de coisas ótimas para conhecer, certo? Aproveite para conhecer uma das poucas cidades no mundo que têm condições de oferecer o que Nova Iorque proporciona: cultura, moda, beleza, excelentes baladas e arquitetura deslumbrante.  Não é à toa que a ‘big apple’’ é conhecida como a cidade que nunca dorme, pois seus habitantes sabem se divertir com estilo, 24 horas por dia.

Foi pensando nessa gama de opções, que a gente preparou para você as melhores dicas para aproveitar Nova Iorque gastando pouco ou quase nada e conhecendo o que tem de mais bacana por lá. Siga o nosso roteiro, arrase na diversão, nas compras e divirta-se.

Passagem e hospedagem.

É possível conseguir a passagem aérea e hotel com desconto, se as reservas forem feitas com pelo menos seis meses de antecedência. Se a sua idéia é aproveitar o máximo da cidade e voltar para casa só para dormir, a forma mais econômica é ficar em albergues. O mais famoso de NYC é o Hostelling International New York, localizado próximo ao Central Park. O ambiente é limpo, barato, bom e conta com segurança dia e noite. A diária sai por U$60.99- quarto com 5 camas-, mas pode ficar mais cara dependendo do tamanho do quarto e a quantidade de camas. O local disponibiliza também de acesso à internet no térreo e lanchonete, onde é possível tomar o café da manha ou o lanche da tarde. Tudo bem baratinho. Segurança 24h, hóspedes do mundo todo para interagir e trocar cultura e um lugar super agradável. Eu já me hospedei lá e recomendo.

Dormitórios individuais para o mês inteiro e para os que vão para NY trabalhar ou estudar, saem por U$1.950 ou duplos U$1.650 e são fáceis de achar na 92nd Y. O ambiente é agradável, com cozinha e banheiros coletivos e um pouco mais de conforto – aparência residencial. É uma boa opção para descanso diário, pois o edifício ainda conta com piscina, sauna, academia, camareira, segurança 24 horas, além de máquinas de lavar e secar roupa. Eu morei nesse edifício por 7 meses e super indico. Os prédios da 92nd Y ainda fazem parte do guia cultural de Nova York, pois durante todo o ano, são exibidas peças de teatro, espetáculos de dança ,palestras sobre literatura, cursos de arte , idiomas e academia .

Agora se você gosta mesmo é de hotel, o Washington Square, oferece ar condicionado, telefone, televisão, ferro de passar roupa, cofre e camareira pela diária de U$359,22. Reservando com bastante antecedência, dá para encontrar um pacote mais barato. Bom, né?

Transporte. 


Andar em Manhattan é fácil e o melhor jeito de aproveitar é comprar o “metrocard”, que seve para ônibus e metrô, vale 24 horas por dia, sete dias por semana. O ticket semanal sai em torno de U$ 29 e o cartão pode ser adquirido nas estações de Metrô. Lá você também acha os mapas de metrô e ônibus com as principais linhas da cidade. A estação Penn Station, uma das mais movimentadas, além de metrô também serve de conexão para viagens de trem para outros estados dos Estados Unidos , para o Canadá e ainda conta com um shopping que traz várias opções de lojas, quiosques com bugigangas, além de praça de alimentação. Outra estação de trem que precisa ser visitada é a Grand Central, simplesmente linda.

Lugares descolados para passear. 

Comece a conhecer Nova Iorque passeando a pé pela 5ª avenida. Nela se encontram várias lojas famosas e muitos dos principais pontos turísticos da cidade, entre eles o Rockefeller Center, com seus 19 prédios comerciais e pista de patinação de inverno, área que também abriga a casa de espetáculos Radio City Music Halle a sede da emissora de televisão NBC, de onde é gravado o programa de comédia e variedades Saturday Night Life, um dos mais queridos pela audiência.
Em frente ao rockefeller, se localiza a Catedral St. Patrick, considerada uma das 150 obras mais belas da arquitetura dos Estados Unidos.

Central Park é parada mais do que obrigatória. Ir para Nova Iorque e não conhecer o Central Park é como passear pelo Rio e não visitar o Cristo Redentor. Suas principais atrações incluem a fonte betesda, onde foram rodadas cenas de vários filmes americanos, o conservatório, o Castelo Belvedere (a vista mais linda do parque),além do “strawberry fields”, construído em frente ao Dakota Building, em homenagem a John Lennon. Tudo de graça.


Para conhecer a Estátua da Liberdade, a melhor opção é pegar o barco que sai do Battery Park e vai de graça até Staten Island. um bairro próximo de Manhattan. Na volta, espere o próximo barco para a ilha. Ver a estátua de perto vale a pena por ser o símbolo dos Estados Unidos.

Nova York Romântica

Ver o nascer do sol sentada nos bancos doSouth Street Seaport, ao lado da BrooklynBridge, é uma das cenas mais apaixonantes que se pode ter da cidade. Se quiser tomar um café da manhã no estilo americano, compre um bagel com cream cheese e um chocolate quente nas principais delicatessensda cidade. Vale a pena. O Píer 17, como também é conhecido o local é, na verdade, um shopping para turistas e concentra várias lojas e restaurantes.

Após o atentado de 11 de setembro o Empire State Building ficou sendo a principal opção de mirante na cidade, mas vale a pena encarar U$29 (adulto) e U$23 (crianças) para conhecê-lo, ainda mais se estiver acompanhado(a). A vista de todas as áreas de NYC agradece.

Minha barriga está roncando. Me ajuda!

Os restaurantes por lá são caros e nada melhor do que fazer um lanche, ou almoçar em um restaurante um pouco mais acessível. No bairro de Chinatown, conhecido pelas falsificações de perfumes e roupas de marca, passeie pelas ruas CanalMott Street. Você encontrará restaurantes variados e vai gastar em torno de até U$ 30 por refeição, como é o caso do ótimo restaurante Joe’s Shanghai (9 Pell Street). Se preferir uma boa massa, ande mais um pouco até o bairro Little Italy, em torno da Mulberry Street, ao lado de Chinatown.Cafés ,bistrôs e delis também são interessantes e servem perfeitamente para algo mais leve no jantar. Mas não deixe de conhecer as pizzarias da 3ª avenida, em especial a Mariella Pizza (180 3rd Avenue ), que oferece uma fatia grande por U$9 dólares e a inteira a partir de U$22.Na segunda parte da matéria, conheça as melhores dicas de baladas, museus, cultura e compras.beijo da russa.

Foi editora e responsável pela criação da Revista ‘Viver Nutrilite’ e redatora da BCS Comunicação. Trabalhou como repórter freelancer para diversos veículos de comunicação cobrindo shows internacionais, nacionais e eventos. Foi Assessora de Imprensa nas áreas de beleza, moda, saúde e bem-estar na Papiro Comunicação e Know How Comunicação. Foi Assessora de Imprensa da Ana Massella Dermatologia e Clínica Estética. Atualmente é editora de conteúdo do site Passaporte Cultura e repórter colaboradora do Site Gossip. Jornalista por formação, cidadã do mundo e de bem com a vida. Apaixonada por Deus, viagens, Bon Jovi, cinema e séries, SPFC, rock, Dalí e Ayrton Senna.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *